Archive for the ‘Geral’ Category

Como vão indo as galinhas e as vacas

Iniciamos fevereiro com um dia quase ensolarado. Depois da “Super Lua Azul de Sangue” que só pode ser vista aqui por volta das 2:00h da madrugada, quando afinal o céu ficou limpo, o astro rei, nosso tímido amigo o Sol, resolveu aparecer!

No mês de janeiro tivemos aqui 5 dias sem chuva, então dá pra imaginar como estavam as coisas por aqui. Tudo muiiiito molhado.

No dia 20 de janeiro nasceu o Acácio, filho da Fafá e neto da Miucha. Uma enorme surpresa, ele é um “holandesinho”! Saiu a cara da avó.

Chegada do Acacio

Ainda estamos imaginando o que pode ter acontecido, pois foi feita inseminação artificial e era para o pai ser Jersey, mas o meu vizinho tem um tourinho Holandês. Quem sabe alguém pulou a cerca.

Bem, com todos esses dias de chuva os bezerros acabaram ficam amuados e adoeceram. Por sorte minha filha é veterinária e já tratou os dois. Agora está tudo bem.

Essa é a Amora com 13 dias.

Amora com 13 dias

Infelizmente aqueles ovos que estavam na chocadeira não vingaram. Mas os dois que nasceram se desenvolveram bem.

pintinhos se esquentando

Na falta da mamãe eles deram um jeito de se esquentar.

Mas, como sempre achei que quem sabe cuidar melhor dos filhos são as próprias mães, esperei anoitecer e levei os pequeninos para o galinheiro.

As duas galinhas estavam dormindo juntas e acocoradas sobre os outros pintinhos. Coloquei os dois debaixo delas e depois de um pequeno alvoroço perdi os dois de vista, escondidos sob as asas protetoras das mamães.

pintinhos com a galinha 1

E assim foram readotados com sucesso.

O que mais me chamou a atenção foi que as duas galinhas compartilharam o ninho, os ovos e depois os filhotes. Ao todo nasceram 5 pintinhos dos 10 ovos e as galinhas compartilharam a guarda deles, ora uma cuidando de dois ora cuidando de três. E ai de alguma intrusa que se metesse entre eles!!!!

Tenho um canteiro pertinho da porta da minha cozinha onde pretendia ter uma pequena horta, mas acabou se transformando em um berçário.

canteiro bercario

Escolhi um feijão para cozinhar e o refugo joguei no canteiro. Semana passada colhi o que a chuva não estragou. Algumas poucas vagens que me servirão de semente para o próximo plantio.

feijao escolhido

Tinha guardado também uns poucos grãos de um feijão que colhi aqui em casa já a uns dois anos. Esses grãos estavam em um pequeno altar onde agradeço pelas benesses da vida. Por esses dois anos ficaram ali e não murcharam nem caruncharam e então resolvi plantá-los no meu canteiro-berçário.

Bem, nem todos vingaram, mas o pé que vingou ficou assim

feijao 1

Mas vejam o detalhe de como estava o caule

caule quebrado

Na próxima postagem coloco as belíssimas vagens que se formaram e que pretendo colher em breve.

A natureza me ensina coisas maravilhosas todos os dias e é por isso que não troco essa minha vida por nenhum luxo da cidade.

Feliz Fevereiro a todos!

 

Anúncios

As galinhas da chácara

Aqui na chácara já cheguei a ter mais de 50 galinhas e alguns galos. Em uma noite, há uns dois anos, um cachorro ou raposa entrou no galinheiro e matou 28 aves. Alguns dias depois novo “assalto” e lá se foram mais umas 10.

Como a natureza é pródiga, se não a atrapalhamos, as galinhas que ficaram me deram alguns filhotes e aumentei um pouco o plantel, mas acabei ficando com muitos galos. Esses por sua vez acabaram indo parar na panela.

Hoje tenho 6 galinhas e 1 galo no meu novo galinheiro e o caseiro ficou com mais umas 6 galinhas e uns 2 galos.

Como essas galinhas já estão ficando velhas algumas não estão mais botando, mas ainda não identifiquei quem são elas, então por enquanto elas apenas comem o capim e me fornecem algum esterco.

Da primavera pra cá duas galinhas já chocaram alguns ovos e no momento tenho 11 franguinhos e  5 pintinhos dos quais 2 são de chocadeira.

O que ocorreu é que duas galinhas resolveram compartilharam o mesmo ninho e ovos. Ao todo eram 10 ovos, nasceram 3 pintinhos e sobraram 5 ovos.

 

Esses ovos que foram “abandonados” pelas galinhas eu coloquei na minha chocadeira.

Saíram mais 3 pintinhos mas um não sobreviveu e ainda tenho dois ovos na chocadeira.

Por enquanto vou cuidar dos bebês aqui em casa mesmo e depois que os outros dois ovos eclodirem decido como fazer para introduzi-los no galinheiro e posto aqui o resultado.

 

Bem vindo 2018!

Depois de muito tempo sem postar aqui, estamos de volta.

Foi um tempo de reflexão sobre os rumos a seguir na propriedade.

Em novembro de 2013 anunciei a venda das vacas. Fiquei apenas com a minha Matriarca, a Miucha, que acabou me presenteando com duas filhas, Estrela e Fafá.

A Estrela trouxe a Alegria e a Fafá deve criar nos próximos dias.

Por conta do período seco das “meninas” acabei comprando a Giesta e a Fanny.

É interessante como as coisas se encaminham na nossa vida. Quando tinha muitas vacas nasciam muitos bezerros aqui. Quando resolvi que não ia mais me dedicar ao leite só vi nascerem bezerras!!!

Bem, acho que isso deve significar algo, ou não, mas no fim das contas estou com 6 vacas e uma pequena bezerrinha que nasceu dia 1º de janeiro, filha da Giesta. Veremos o que vai me trazer a Fafá.

amora-1-1-2018-1.jpeg

As “madrinhas” da Amora

Amora 1 1 2018

Amora

Assim, a criação de vacas e produção de leite está na lista das atividades da propriedade esse ano.

Em 2015 voltei a participar do CEJARTE, Centro de Jardinagem e Arte Floral do Paraná. Assumi a secretaria e depois a Tesouraria. O CEJARTE é uma entidade, sem fins lucrativos, que congrega pessoas interessadas em jardinagem, paisagismo e assuntos correlatos. Nos encontramos todas as quartas-feiras à tarde, de março a junho e agosto a novembro, para uma palestra e depois um café. Essa atividade me deixa ocupada por um tempo na semana.

Em junho de 2016 comprei um trator, Massey Fergusson 50 X, velhinho mas muito simpático e em novembro fui fazer um curso de Agrofloresta no Sítio Semente em Brasília . Voltei com muitas idéias que deverão ser implementadas esse ano.

Em meados do ano passado fiz uma cerca delimitando uma área ao redor da nossa casa.

Dei uma nova função para o estábulo original. Agora ele aloja 5 galinhas, 1 galo e 9 pintinhos nascidos aqui mesmo.

Com a nova cerca ficou mais fácil de implantar um pequeno horto (horta e pomar). Estou avaliando onde e como preparar a área.

Os cursos ficaram suspensos, mas estou pensando muito sobre isso e acredito que esse ano eles voltarão.

Captação de água da chuva é um projeto que está em andamento, instalei um fogão a lenha para aquecimento de água que deve ser aprimorado e os sistemas de tratamento de efluentes também está em processo de aprimoramento.

A ideia agora e voltar a postar, se possível semanalmente, para documentar os avanços nos projetos.

Até breve e um Feliz 2018!!

 

JARDINS COMESTÍVEIS

A Chácara Boa Vista promove o curso

Jardins Comestíveis – a Arte de Plantar, Alimentar e Conviver

cartaz-campo-largo-kk

 

O curso itinerante de Jardins Comestíveis – a Arte de Plantar, Alimentar e Conviver – tem como objetivo compartilhar o conhecimento da Engenheira Agrônoma e Paisagista Dalva Sofia Schuch, disseminando os princípios do Paisagismo Produtivo e Agricultura Orgânica, em espaços urbanos e rurais.

Durante dois dias juntos, fazemos adubos orgânicos e construímos o jardim saudável, belo, comestível e medicinal do espaço anfitrião.

Dias 05 e 06 de novembro de 2016 estaremos aprendendo e praticando em, Campo Largo, o espaço anfitrião será a Chácara Boa Vista, da Karen Sprenger!

O curso tem duração de 2 dias, com 18 horas de teoria, prática e toda alimentação inclusa, com ingredientes orgânicos e hospedagem na própria chácara.

Conteúdo teórico e prático – Agricultura Orgânica e Teoria da Trofobiose; Técnicas de Jardinagem e Paisagismo Produtivo; Composteira Urbana; Design Holístico de espaços; Canteiros Elevados – Hugelkultur;

Prática de Compostos Orgânicos Fermentados do tipo “Bokashi” e Silo de Microorganismos Eficientes.

Alimentação – Toda a alimentação é inclusa – 8 refeições (café da manhã, almoço e lanches). Preparadas com alimentos orgânicos, produzidos por agricultores locais; e plantas alimentícias não convencionais (PANCs), espontâneas e cultivadas no espaço anfitrião.

Investimento – R$240,00 (duzentos e quarenta reais)

Solicitamos confirmação até o dia 31 de outubro de 2016, com metade do pagamento adiantado, para que possamos comprar os alimentos com antecedência. O restante é acertado à vista no curso.

Informações e inscrições:

kksprenger@gmail.com

41 9243-9284

ou deixe aqui seu comentário solicitando a ficha de inscrição

Tarde de Conversa com Harri Lorenzi no CEJARTE

O CEJARTE –Centro de Jardinagem e Arte Floral do Paraná –

promove Tarde de Conversa

com o engenheiro agrônomo e Diretor do Jardim Botânico Plantarum Harri Lorenzi.

Na ocasião ele fará uma demonstração técnica do uso do

aplicativo Jardim Fácil,

com lançamento previsto para 10 de setembro de 2016.

O evento acontece na Sociedade Paranaense de Pediatria,

rua Des, Vieira Cavalcanti, 550 , Curitiba – PR,

dia 24 de agosto, à partir das 16:30h.

O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas.

Confirme sua presença pelo e-mail cejarte@yahoo.com.br

ou pelo telefone (41) 9243-9284.

Folder_Apps_JardimFacil

Cursos em Outubro no CEJARTE

foto colheita

Curso Varanda, Quintais e mais…

Hortas e Pomares em pequenos e grandes espaços

Data: 07 de outubro a 25 de novembro de 2014.
Horário: Turma A (tarde) – terça-feira – 14:00h às 17:00h,
Turma B (manhã) – terça-feira – 9:00h às 12:00h.
Local: CEJARTE – Rua Marciano Dombeck, 106 – Seminário
Valor: R$ 400,00 (quatrocentos reais)
Inscrições até dia 6/10

Curso de Arranjo Floral – Doméstico

Data:02 e 09 de outubro de 2014.
Horário: quinta-feira – 14:00h às 17:30h,
Local: CEJARTE – Rua Marciano Dombeck, 106 – Seminário
Valor: R$ 100,00 (cem reais)
Inscrições até dia 1/10

Curso de Orquídeas

Data: 16 e 23 de outubro de 2014.
Horário: quinta-feira – 14:00h às 17:30h,
Local: CEJARTE – Rua Marciano Dombeck, 106 – Seminário
Valor: R$ 100,00 (cem reais)
Inscrições até dia 15/10

Para maiores informações entre em contato pelo telefone 3244-6165 das 13:30h às 17:30h ou pelo e-mail cejarte@yahoo.com.br.
Cejarte  – Centro de Jardinagem e Arte Floral do Paraná.
Rua Marciano Dombeck, 106 – Seminário
Curitiba – PR

Feliz 2014!

Ano Novo, vida nova!

Aqui na chácara tomamos novos rumos e decidimos encerrar o projeto de cursos e visitas.

Foram seis anos muito gratificantes durante os quais pudemos conhecer pessoas muito especiais.

Mas chegou o tempo de nos dedicarmos a implantar alguns projetos importantes para a consolidação da chácara e que estavam “engavetados” a tempos.

Os avanços serão compartilhados aqui e esperamos que possam ser de valia para os interessados.

Desejamos a todos um 2014 com muitas realizações e progresso.

fachada 2

%d blogueiros gostam disto: